Melhor Bicicleta

Por que comprar uma bicicleta aro 29?

As bicicletas aro 29 possuem rodas com uma circunferência maior, o que faz com que consigam passar por obstáculos maiores com mais facilidade.

Por isso, elas são muito populares entre os praticantes de mountain bike, sendo também mais resistentes para suportar os terrenos mais hostis. Além de serem muito indicadas como bicicletas para fazer trilhas também.

Mas, se você está começando no ciclismo, pode ser difícil escolher um modelo para pedalar. Afinal, o mercado tem muitas opções!

Fique tranquilo: neste artigo, explicaremos a quais características você deve dar atenção para escolher a bicicleta aro 29 ideal para você.

Além disso, fizemos uma seleção com algumas das melhores bicicletas aro 29 de 2022. Quem sabe você já não sai daqui com uma bike nova?

O primeiro passo para escolher a melhor bicicleta aro 29 para você é definir seus objetivos com a bike.

Se você pretende utilizá-la para trilha, suas necessidades são diferentes das de quem usa a bicicleta apenas para ir trabalhar, por exemplo.

De um forma geral, modelos para mountain bike devem ser mais robustos e seguros, para garantir tanto a durabilidade da bicicleta quanto sua própria segurança.

Se você quer uma bike apenas para passear ou ir pro trabalho, faculdade, etc., elas podem ser um pouco mais leves — e geralmente mais baratas.

Quadro

É importante prestar atenção ao quadro aro 29 da bicicleta, por diversos motivos. O primeiro é bem óbvio: é ele quem segura tudo no lugar, e portanto deve ter uma boa durabilidade.

Além disso, o tamanho do quadro deve ser adequado à sua altura. De acordo com a Elleven, existe a seguinte relação entre a altura do ciclista e o tamanho do quadro:

  • 15 — pessoas abaixo de 1,62 m
  • 17 — 1,63 m a 1,74 m
  • 19 — 1,75 m a 1,88 m
  • 21 — 1,89 m a 2,01 m

Existem outros tamanhos, mas estes são os mais comuns para adultos.

Assim, para decidir quais são as melhores bicicletas aro 29 para você, preste muita atenção ao quadro.

Freios

Existem 3 principais tipos de freio quando falamos em bicicletas aro 29: V-brakedisco mecânico e disco hidráulico.

Os V-brake geralmente são os mais fracos, e não são os mais recomendados para mountain bike. Mesmo assim, um bom V-brake pode ser melhor que um disco mecânico.

Freios mecânicos a disco são geralmente mais eficientes que os v-brake, pois têm uma superfície de contato maior e dão mais segurança na hora de frear. Eles estão presentes em muitas das melhores bicicletas aro 29.

Já os freios hidráulicos são quase sempre os melhores. Seu sistema de frenagem é muito mais seguro e suave, garantindo mais durabilidade para a bike.

Os freios hidráulicos, geralmente, são mais caros. Por isso, um freio mecânico pode ser interessante caso seu orçamento não seja muito alto.

Para mais detalhes, confira o nosso artigo dos melhores freios para bike!

Peso

peso da sua bike também é um fator importante na hora da compra. Afinal, quanto mais pesada a bike, mais difícil será fazer subidas.

Geralmente, as melhores bicicleta aro 29 ficam na faixa de 15 kg. Se você pratica mountain bike ou vive em um local com muitos morros, recomendamos que não escolha um peso muito maior que esse.

Câmbio

As melhores bicicletas aro 29 possuem várias velocidades, muitas vezes passando das 20 marchas.

Para dar conta disso tudo, é imprescindível que seu sistema de câmbio (ou transmissão) permita uma troca de marchas precisa e suave, o que traz mais conforto e segurança.

Ter um cubo cassete é uma característica interessante, já que ele alia a troca fácil de marchas com uma excelente durabilidade — que precisamos bastante no mountain bike.

Uma das marcas de câmbio mais populares — e líder de mercado — é a Shimano. Por isso, se você encontrar um câmbio Shimano, pode ficar tranquilo.

Suspensão

Em trilhas, uma boa suspensão é fundamental.

Uma boa suspensão faz com que sua pedalada seja mais confortável, além de proteger a bike de danos causados por impactos.

No mountain bike, um bom sistema de amortecimento é essencial, já que você enfrentará terrenos acidentados o tempo todo e deve se preparar para isso.

  • Saiba como preparar a sua bicicleta para praticar mountain bike.

Mas é claro que, nem sempre, você vai precisar amortecer sua pedalada. Em subidas, por exemplo, é interessante ter mais tração — e uma suspensão macia demais pode trazer dificuldades.

Por isso, as melhores bicicletas aro 29 possuem suspensões com trava, que permitem “desativar” o amortecimento para momentos em que você precisa de força extra nas rodas.

Considerações adicionais

Sua bike tem várias e várias outras partes — e todas são importantes para decidir qual é a melhor bicicleta de aro 29 para você.

Guidão, selim de bicicleta, pedais, corrente… todos esses elementos devem ter boa durabilidade e, sempre que possível, proporcionar segurança e conforto adicional, uma vez que você irá pedalar por horas.

Em muitos casos, pode ser que sua bicicleta não venha montada. Caso você não seja especialista, deixe a montagem por conta de um profissional, já que muitas reclamações têm a ver com peças mal reguladas ou montadas de forma incorreta.

Procedimentos mal executados podem, além de causarem prejuízos, colocar em risco a sua segurança — e isso é o que menos queremos.

Como iniciar um negócio de grama artificial no Rio de Janeiro

Para aqueles que querem abrir um negócio de grama artificial, vamos um passo além de outros artigos de como fazer negócios, oferecendo conselhos específicos sobre o que fazer primeiro.

Campos e gramados artificiais podem proporcionar uma economia significativa de custos para gerentes de instalações e proprietários residenciais.

Gama de aplicações artificiais de grama

Desde o seu surgimento na década de 1960, o gramado artificial tem sido associado a espaços esportivos e capachos.

Embora as instalações esportivas continuem representando uma grande parte das receitas artificiais de grama, hoje o gramado sintético RJ pode ser encontrado em uma gama muito mais ampla de aplicações e configurações.

Um dos segmentos que mais cresce na indústria de gramados artificiais é o mercado residencial. Altos custos de manutenção, escassez de água e outros fatores são a demanda por instalações de grama sintética como alternativa aos gramados orgânicos.

Com base na durabilidade e nos baixos requisitos de manutenção, o Conselho de Grama Sintética é rápido em apontar que campos e gramados artificiais produzem uma redução de custos de longo prazo para gerentes de instalações e proprietários residenciais.

Precificação & Posicionamento de Mercado para Startups artificiais de turf

Os preços precisam ser uma preocupação frontal e central para sua startup de negócios de grama artificial RJ.

Clientes residenciais e institucionais entendem que instalações de grama sintética são caras, mas a ignorância competitiva pode facilmente fazer com que você facilmente precificar sua startup fora do mercado.

Por outro lado, preços baixos também podem ter um efeito prejudicial no posicionamento do mercado.

Há uma infinidade de empresas de grama sintética low-end que prejudicam a concorrência com produtos inferiores e instalações de má qualidade. Para a maioria das startups, a estratégia de preços ideal é em algum lugar perto do centro do mercado.

Dicas de aquisição de clientes para novos provedores de grama sintética

Embora um local esportivo bem conhecido possa dar à sua startup um grande aumento de receita, a concorrência por projetos de grama de alta visibilidade é acirrada, resultando em margens de lucro apertadas.

Mas como um grande cliente pode ser uma mina de ouro de marketing, pode valer a pena sustentar uma perda apenas para conseguir o contrato.

Por exemplo, labverde, um relativamente recém-chegado à indústria de grama sintética RJ, sub-biane significativamente a concorrência para conseguir uma instalação de grama com o Buffalo Bills.

Embora a empresa provavelmente tenha sofrido uma perda na instalação, o contrato gerou inúmeras colocações de RP e posicionou o negócio como um provedor econômico de grama artificial de alta qualidade.

Características essenciais dos planos de negócios para negócios de grama artificial

Cada plano de negócios é único, mas os planos mais eficazes compartilham um punhado de características essenciais.

Se o seu plano não tiver elementos necessários, como um resumo executivo ou um plano de marketing, ele pode comprometer seu potencial para oferecer benefícios reais à sua startup.

Mas no ambiente de negócios atual, também é importante discutir os fatores externos que seu negócio de grama artificial está enfrentando. Como regra geral, recomendamos incluir uma análise DE PEST (Política, Econômica, Social & Tecnológica) em seu plano de negócios como forma de abordar potenciais ameaças e oportunidades no nível macro.

Avaliar concorrentes

Muito antes de abrir um negócio de grama artificial em sua área, é uma boa ideia descobrir o quão forte é a concorrência.

Nós fornecemos o link abaixo para ajudá-lo a gerar uma lista de concorrentes perto de você. Basta digitar sua cidade, estado e CEP para obter uma lista de negócios de grama artificial em sua cidade.

  • Encontre negócios de grama artificial concorrentes

Obtenha um conhecimento de como as empresas existentes se posicionaram no mercado e, em seguida, projetar seu negócio de uma maneira que o diferencia dos outros.

Recebendo conselhos de empreendedores experientes

Uma vez que você termine de avaliar a competição, o próximo passo é aprender com pessoas que já estão no negócio. Se você acha que seus concorrentes locais lhe darão conselhos, você está sendo muito otimista. A última coisa que eles querem fazer é ajudá-lo a ser um competidor melhor.

Por outro lado, um indivíduo que tem um negócio de grama artificial do outro lado do país será muito mais propenso a falar com você, desde que você não esteja competindo diretamente com eles.

De fato, muitos empreendedores experientes gostam de oferecer conselhos para empreendedores de startups. Pela minha experiência, você pode ter que chamar dez donos de negócios para encontrar um que esteja disposto a compartilhar sua sabedoria com você.

Então, o que você pode fazer para encontrar um empreendedor de negócios de território artificial em outra comunidade?

Simplificando, experimente nosso link útil abaixo, digite uma cidade/estado ou cepa aleatório e comece a ligar.

  • Encontre proprietários de empresas de grama artificial que possam aconselhá-lo

Assessoria de Compra para Empreendedores de Negócios de Turf Artificial

Sem dúvida, geralmente faz mais sentido adquirir um negócio de grama artificial do que perseguir uma startup.

No entanto, para muitos empreendedores, o financiamento representa um grande obstáculo para a compra de um negócio de grama artificial.

Aquisições de negócios são mais fáceis de financiar do que startups de negócios, embora o processo de financiamento ainda possa ser exaustivo.

Mesmo assim, antes de se aproximar dos credores, recomendamos fortemente que você dedique alguns minutos para revisar nosso recurso sobre dicas de financiamento de aquisição de empresas.

Não descarte o franchising

As chances de fazer um sucesso de seu novo negócio são muito aumentadas se você comprar uma franquia e se beneficiar do trabalho anterior de outros e suas lições aprendidas.

Antes de iniciar uma fábrica de grama sintética RJ, seria sábio investigar se as oportunidades de franquia em seu espaço poderiam valer a pena investigar.

 

Como começar seu próprio negócio de sorvetes

As sorveterias são provavelmente as lojas mais visitadas por crianças e adultos. Compreensivelmente assim como sorvete é uma das sobremesas mais populares do mundo.

Existe desde 1500 como um deleite para a realeza na Europa. Mas, felizmente, agora qualquer um pode obter um furo de estrada rochosa quando quiser!

E as pessoas fazem!

Na verdade, o americano médio consome 22 quilos de sorvete por ano!
E se você é como eu, esse número é provavelmente um pouco baixo.

Na verdade, a indústria de sorvetes produz mais de 870 milhões de litros de sorvete por ano — mais de um bilhão de libras se você contar guloseimas congeladas como bolos, picolés e biscoitos de sorvete (meu favorito).

Tanto sorvete é consumido todos os anos que a indústria de sorvetes gerou mais de US$ 5 bilhões em 2014, e esse número está subindo a cada ano.

O fato é que os americanos adoram sorvete. O que torna abrir um negócio de sorvetes uma ideia muito doce.

Como começar seu próprio negócio de sorvetes

No entanto, uma apreciação por sorvete não é suficiente para qualificá-lo para abrir uma sorveteria. Há muitos aspectos de negócios que você precisa entender antes de colher seu próprio nicho na indústria de sorvetes.

Mas não congele agora!

Quando você terminar de ler este post, você terá uma ideia clara do que você precisa fazer para fazer o seu amor por soft serve em uma realidade recém-servida.

Passo 1: Saiba como funciona uma empresa de sorvetes

A melhor maneira de aprender algo é fazendo, e isso vai dobrar para o negócio de sorvetes!

Honestamente, você pode ler um livro sobre sorveterias e sorvetes, mas até trabalhar em um, você não vai entender completamente o que significa receber um cliente ou qual deve ser a consistência perfeita do sorvete quando você servi-lo.

Se você realmente quer entender a indústria de sorvetes, você precisa ir trabalhar em uma sorveteria.
Tenha uma noção de pessoal, de pedidos, de marketing, de inventário. A lista continua, e ninguém pode te ensinar melhor do que um veterano da indústria que tem funcionado sua própria loja por anos.

Embora existam muitas franquias de sorvete por aí, a maioria das sorveterias são lojas de mãe e família pop que têm uma vida útil de décadas, por isso não deve ser difícil encontrar uma grande loja para aprender.

Você não precisa trabalhar para eles por um longo tempo. Claro, quanto mais tempo você passa sob um empresário de sucesso, mais você aprende sobre como administrar sua futura loja da maneira certa. Então use o tempo que você gasta com eles sabiamente. Faça perguntas. Assuma o máximo de responsabilidades que puder. Procure maneiras de tornar o negócio mais eficiente.

Realmente fale com os clientes!

Pergunte-lhes por que eles compram nesta loja em oposição aos outros. O que eles adoram nisso? O que eles melhorariam?

Conheça os requisitos legais de possuir seu próprio negócio de sorvetes. Que licenças você precisa? Que certificações cada funcionário tem que ter?

Descubra qual equipamento você vai precisar (e quanto vai custar)!

Tudo o que você está fazendo aqui é pesquisa de mercado, então quanto mais você fizer, melhor. Em última análise, tudo se resume a entender o negócio de sorvetes, e isso vai ajudá-lo a criar um plano sólido.

Passo 2: Crie um Plano

Por que os negócios de sorvete falham?

A verdade é que as empresas de sorvete falham pela mesma razão que muitas outras empresas – a falta de um plano.

Seu plano é seu roteiro. Invista tempo suficiente, esforço, pensamento e pesquisa para criar seu plano de negócios para que quando você iniciar uma sorveteria você não tenha que pensar sobre o que fazer a cada momento.

É quando você decide que tipo de negócio de sorvete você quer ser.

Sorveteria independente?

Franquia?

Sorveteria especializada?

Talvez você prefira ter um caminhão de sorvete ou ficar em pé?

Que tipo de entidade empresarial será seu negócio de sorvetes?
Propriedade única, parceria ou uma corporação?

Mapeando cada decisão, custo e expectativa antes do tempo. Como resultado, você estaria economizando tempo e dinheiro na estrada, permitindo-se orçamento de acordo e opções de comparação de preços.

Por exemplo, se você sabe exatamente o quanto você precisa de sabores e coberturas específicas de sorvete, então quando chegar a hora de pedir, você não vai entrar em pânico e pedir muito sorvete. Além disso, você saberá exatamente quanto pedir, pois já deve ter planejado isso em relação às suas projeções de vendas.

Este também é o momento de pesquisar sua concorrência, definir e entender seu mercado-alvo e pensar no seu design e estilo.

Se você não tem certeza por onde começar, o Startup Jungle pode ajudá-lo a criar um plano de negócios habilmente organizado e profissional para o seu negócio de sorvetes.

Basta enviar um e-mail [email protected], e eles lhe darão a ajuda que você precisa.

Passo 3: Descubra o potencial de ganho

Quanto dinheiro as empresas de sorvete ganham?

Bem, os trabalhadores da sorveteria ganham entre US$ 8,00 e US$ 12,00 por hora. Os salários da administração variam entre US$ 25 mil e US$ 38.000 por ano. Estes são custos que você terá que considerar em seu plano de negócios ao descobrir seu potencial de ganho.

Mas como dono, seu potencial de ganho depende de como sua loja faz.

Você é uma franquia ou uma loja independente?
Você é uma sorveteria especializada e de alta duração que faz sorvete orgânico saudável em casa ou pede seus sabores a granel de um distribuidor?

Se você é uma loja independente, você pode definir seus preços e suas margens tão alto quanto você gostaria – mas se o seu produto não atender às expectativas, você não estará no negócio por muito tempo.

No entanto, se sua oferta se sair bem, você pode cobrar o quanto quiser por sorvete. Dê uma olhada no Sorvete Lick Honest em Austin, TX. Esta pequena cadeia faz todo o sorvete sazonal e artesanal

Dê uma olhada no Sorvete Lick Honest em Austin, TX. Esta pequena cadeia faz seu sorvete sazonal e artesanal internamente usando ingredientes orgânicos, permitindo que eles carreguem significativamente mais do que as sorveterias tradicionais. Além disso, eles têm distribuição em vigor permitindo que eles vendam seus produtos em todo o estado, e até mesmo entreguem em qualquer lugar do país.

Se você é uma franquia por outro lado, então suas margens já estão definidas e você pode verificar com a franquia as expectativas. As lojas Cold Stone Creamery, por exemplo, têm uma média de cerca de US$ 358.000 por ano em vendas.

Depois que os custos operacionais e as taxas de franquia são retirados disso, o proprietário de uma loja ainda pode esperar ganhar um salário anual confortável.

O potencial de ganho está lá.

Há uma tendência de alta na renda disponível à medida que a economia continua a melhorar. Isso impulsiona uma demanda maior por guloseimas congeladas. A indústria de sorvetes nos EUA trouxe pouco mais de US$ 5 bilhões em 2014, informa a Statista, e esse número está crescendo a cada ano. Eles prevêem que as receitas globais atingirão US$ 74 bilhões por ano até 2018.

Para quem tem sucesso, o negócio de sorvetes oferece longevidade não disponível em todas as indústrias. O IDFA afirma que a maioria das empresas de sorvete são de propriedade da família e permaneceram no negócio por mais de 50 anos.

Passo 4: Definir um orçamento

Quanto custa abrir uma sorveteria?

Isso tudo depende do seu negócio.

Você terá um suporte móvel, um caminhão ou uma loja de tijolos e argamassa? Uma sorveteria precisará de US$ 2.000 a US$ 10.000 em fundos de startup. Um caminhão de sorvete só vai precisar de um pouco mais do que isso. E de acordo com a National Ice Cream Retailers Association, uma startup de tijolos e argamassa pode variar de US$ 50.000 a mais de um milhão de dólares apenas para o espaço da loja. E, claro, há os custos para equipamentos e inventário, tornando a partida de um negócio de sorvetes bastante caro.

Mas a boa notícia é que há muitos financiamentos e opções de empréstimo para pequenas empresas disponíveis para você!

Além disso, há maneiras de reduzir esses custos.
Por exemplo, você pode assumir os pagamentos de locação de um local fechado. Mas então você tem que olhar por que esse local fechou, e se vale a pena assumir o local.

Se você está construindo uma loja do zero, seus custos serão significativamente mais do que assumir um local que já está equipado para lidar com uma sorveteria.

Os custos do equipamento também variam muito dependendo do tipo de loja que você é.
Um caminhão ou reboque terá significativamente menos espaço, o que significa ofertas menores e necessidades de equipamentos menores do que um tijolo e argamassa. Construir um drive thru custaria significativamente mais.

Só depende do tipo de negócio que você quer.

Em nenhuma ordem específica, alguns custos a considerar incluem:

  • Permite
  • Certificações
  • Seguro
  • Alugar
  • Trabalho
  • Remodelação
  • Equipamento
  • Suprimentos
  • Recipientes de serviço/para ir
  • Plásticos
  • Guardanapos
  • Caixas registradoras
  • Sinalização
  • Taxas de franquia (se aplicável)
  • Marketing
  • Design de site

Como sorvete é comida, existem regulamentações e fiscalização mais rigorosas do que outras empresas, como uma boutique de roupas de varejo.

Como tal, administrar uma sorveteria pode ser mais caro. Então você quer manter os custos baixos sempre que possível.

Considere estes para ajudar a manter os custos baixos:

  • Agendar adequadamente
  • Esteja atento às portas de refrigeração deixadas abertas
  • Peça sabores ou ingredientes sabiamente. Evite estocar itens e ter que jogá-los fora
  • Peça equipamentos ligeiramente usados em vez de equipamentos novos
  • Compre ao redor para encontrar a melhor qualidade para os melhores preços

Passo 5: Decida quais produtos oferecer

É aqui que entra a diversão!

Decidir quais produtos você quer levar determina que tipo de loja você quer ser. Aqui está o passo onde você descobre se você é uma loja artesanal de alta- end, uma loja de iogurte congelado, uma loja de creme, uma cremosa, um trailer, caminhão, ou qualquer outra variação de sorvete. Larguei todas as suas ideias e escolha o que mais te excita.

Uma palavra de cautela, no entanto.
Se você tentar ser todas as coisas para todas as pessoas, você pode ter a oportunidade de atrair mais pessoas, mas correr o risco de equipar sua loja para fazer muito, tornando-a menos eficiente e custando-lhe receita em tempo perdido.

Se você escolher uma especialidade, como milkshakes adultos mergulhados à mão, você pode oferecer um produto que um pequeno grupo ama e construir um seguidor leal como uma autoridade de milkshake adulto mergulhado à mão! E ao fazer isso, você pode cobrar margens significativamente maiores para o seu produto especial.

Você também vai querer pensar sobre o que cobrar por cada produto.
Como acontece com outras empresas de food service, seu custo geralmente deve funcionar em cerca de 25 a 30% da taxa total que os clientes pagam, de modo que você também cubra resíduos, amostras e despesas gerais.

Aqui está um cálculo aproximado:

  • Custo médio por banheira de sorvete de 3 galões: $30
  • Tamanho do furo: 4 onças
  • Porções por contêiner: 55
  • Custo por furo: $0.47
  • Adicione $0,13 por colher para cobrir custos adicionais (resíduos, amostras, xícaras, colheres, cones): $0.60
  • Multiplique por 3,33 a 4,16, dependendo da marcação que seu mercado suportará
    Seu preço seria então de $2,00-$2,50 por furo.

Mas, novamente, isso é para uma sorveteria padrão. Você pode cobrar mais (ou menos) dependendo da sua capacidade de controlar custos com base no seu modelo de negócio e eficiência.

Descubra o que você pode oferecer que ninguém mais pode. Talvez seja você, talvez seja seu serviço, talvez seja sua experiência.

Seja qual for o seu ponto de venda único, descubra, escreva e faça dele a peça central da sua loja, literalmente e figurativamente.

Passo 6: Decida sobre um local

Onde você deve abrir uma sorveteria?

Como sempre, isso depende do seu modelo de negócio.

Se você é um caminhão de sorvete, então você pode apenas cruzeiro ao redor onde há grandes populações de crianças na época de pico como o horário de verão. Além disso, parques, eventos esportivos e bairros residenciais são locais nobres.

Se você está abrindo uma loja, você quer ter certeza de que está em uma área com muito tráfego a pé, alta visibilidade, muita iluminação e fácil acesso para entrar e sair do estacionamento e da loja.

Você quer encontrar um local que se encaixe no seu orçamento.
A Associação Nacional de Varejistas de Sorvetes sugere encontrar um corretor de imóveis respeitável especializado em vendas comerciais ou locação. Eles conhecem muitos projetos que estão chegando e podem ajudá-lo a planejar de acordo.

Se você não tem certeza do que procurar, identifique uma sorveteria de sucesso e analise o que torna sua localização tão grande.

Operar uma sorveteria é muito trabalho. Torne o mais fácil possível para si mesmo escolhendo um local que ajude a atrair clientes.

Passo 7: Promova seu negócio de sorvetes

Sem clientes, não importa o quão bom seja o seu sorvete. Os clientes são a coisa mais importante que qualquer negócio precisa para ter sucesso. Então, como você promove seu novo negócio?

Bem, há a maneira antiga e a maneira tecnológica moderna. Você precisa fazer as duas coisas!

Primeiro, alguma sinalização visível para que as pessoas possam facilmente ver sua loja enquanto passam. Claro, você tem que usar fotos atraentes e limpas de suas oferendas para que as pessoas saibam o que esperar.

Fique na calçada e distribua cupons e panfletos aos transeuntes.

Deixe as pessoas saberem que você montou uma loja e que está aberta.
Faça o mesmo em eventos esportivos locais e parques.

Vá para onde seu mercado-alvo está! As pessoas adoram um bom cupom, e dar uma colher grátis de sorvete vale o custo de US$ 0,47 para trazer um novo cliente mais, então se eles trazem amigos!

Aproveite as mídias sociais e o marketing digital.

No que diz respeito ao marketing digital, certifique-se de prestar atenção ao seu site. Publique seu menu online, juntamente com horários diários e semanais. Outra ótima maneira é criar uma página no Facebook para sua loja. e certifique-se de responder prontamente às perguntas e mensagens enviadas através dele. Ao fazer isso, você estará digitando-os sobre o tipo de atendimento ao cliente que sua loja tem.

Além disso, aproveite o Yelp e ofereça bônus de check-in e revisão, e utilize anúncios do Facebook e Google Adwords para serem apresentados localmente nas pesquisas.

E quando o verão rolar, se o seu orçamento permitir, você sempre pode explorar anúncios de rádio e televisão, também!

Mas pense tudo isso com antecedência e tenha um plano de ação para o seu marketing e promoções!

Passo 9: Crie um Plano de Pessoal

Assim como qualquer outro negócio, você não pode fazer tudo sozinho.

Ou você estará com tanta pressa que cometerá erros, ou levará tanto tempo que os clientes vão embora. De qualquer forma, seu serviço, avaliações e fidelização de clientes sofrerão como resultado.

Contratar funcionários confiáveis e entusiasmados ajudará a garantir que sua sorveteria tenha sucesso. Se você está explorando a opção de franquia, a maioria oferece treinamento tanto em sua sede quanto em sua loja.

Se você está inclinado para um negócio independente, você terá que criar um plano de treinamento para que todos os seus funcionários sejam consistentes em todas as suas ações.

Crie um sistema de procedimentos para fazer tudo corretamente.

Desde o quanto uma colher de sorvete pesa, até quanto tempo para misturar um shake, até quanto de cada cobertura vai para um cone de sorvete.

Isso garante consistência para que os clientes tenham sempre a mesma grande experiência!

Você tem que ter certeza que você tem ótimos funcionários e há uma maneira de fazer isso. Primeiro, descubra quais características você está procurando. Em seguida, decida quantos funcionários você precisa e onde encontrá-los.

Finalmente, descubra como você quer que seu processo de entrevista pareça, como você vai treiná-los, e como você agendaria eles.

Montar um plano de pessoal com antecedência poupará tempo e esforço consideráveis na estrada.

Passo 9: Decida sobre um estilo/design

Decidir um estilo para sua sorveteria pode ser um desafio.

Você quer representar sua personalidade, mas não assustar nenhum cliente que possa não compartilhar sua paixão por tudo neon. A melhor sugestão que posso oferecer seria falar com seus clientes ideais e ver do que eles gostam!

Em vez de adivinhar, é só perguntar. Sem dúvida você tem amigos que amam sorvete. Então comece com eles.

Quanto a um logotipo, fui ao 99designs. Por apenas US$ 99, os designers concorrem ao prêmio com seus projetos dando-lhe um pool de conceitos de alta qualidade para escolher por um preço razoável.

Você também pode se reunir com fornecedores de equipamentos e pedir sua opinião. Ao mesmo tempo, você pode olhar para outras lojas que você ama para inspiração.

Mas não deixe de se concentrar em um fluxo de trabalho eficiente para os funcionários, bem como padrão de fluxo adequado para os clientes.

Passo 10: Crie um Plano Contábil

Ter um plano contábil não é uma opção “agradável de ter”. É imperdível.
Como um negócio, seus impostos sempre estarão sob escrutínio. Por isso, é fundamental ter cada dólar contabilizado e tudo em ordem.

Ainda mais, você poderá projetar suas vendas mais facilmente com o rastreamento adequado, além de saber se você está no caminho certo para manter seu orçamento.

Você também poderá dizer se algo está faltando na sua loja, fazendo um plano contábil parte das medidas de segurança da sua loja.

 

10 Hábitos de estudantes bem-sucedidos

1- Organize-se.

Fazer um plano para o que você vai fazer e quando você vai fazer isso vai ter certeza que você está sempre à frente da curva – literalmente.

2- Não faça multitarefa.

Estudos mostraram que multitarefa é fisicamente impossível.

3- Divida-o.

Estudar não é divertido para começar, e forçar-se através de uma maratona de estudos só vai piorar as coisas. Dividir seu trabalho em pedaços gerenciáveis e recompensar-se quando terminar cada pedaço tornará o estudo (mais) divertido.

4- Durma, durma.

Não subestime a importância dessas oito horas de zzz todas as noites! Ter uma boa noite de descanso aguçará seu foco e melhorará sua memória de trabalho.

5- Estabeleça um cronograma.

Você trabalha melhor logo após a escola ou depois de jantar? Você é mais produtivo em blocos de 90 minutos ou esguichos de meia hora? Encontre um cronograma que funcione para você, e se atenha a ele.

6- Tome notas.

Tomar notas não só vai mantê-lo mais engajado durante a aula, mas também vai ajudá-lo a reduzir o que você precisa estudar quando o tempo do exame rolar. É muito mais fácil reler suas anotações do que reler todo o seu livro!

7- Estude.

Este pode ser óbvio, mas você sabia que há uma maneira certa e errada de estudar? Revise seu material vários dias antes do tempo, em pequenos pedaços e de maneiras diferentes (por exemplo, escreva flashcards um dia e faça testes práticos no próximo). Em outras palavras, não empine.

8- Gerencie seu espaço de estudo.

Encontre um lugar que maximize sua produtividade. Procure lugares longe da televisão e outras distrações. Seja sua biblioteca local ou apenas a mesa do seu quarto, reserve um espaço de estudo em que você vai querer passar um tempo.

9- Encontre um grupo de estudo.

Sentar-se com um grupo de pessoas que estão aprendendo as mesmas coisas que você é uma ótima maneira de passar por cima de material de classe confuso ou se preparar para um grande teste.

Você pode questionar um ao outro, reteach material, e certificar-se de que todos estão na mesma página. Afinal, ensinar outra pessoa é a melhor maneira de aprender.

10- Faça perguntas.

Você está na escola para aprender, então não tenha medo de fazer exatamente isso! Pedir ajuda – de um professor, um tutor ou seus amigos – é uma maneira infalível de garantir que você realmente entenda o material.

6 dicas para gestão de pequenas empresas

É fácil sentir-se sobrecarregado quando você está gerenciando um pequeno negócio. Aqui estão maneiras de simplificar e facilitar a gestão de pequenas empresas.

Gerenciar um pequeno negócio é um trabalho duro. Você é responsável por todos os detalhes, desde vendas até marketing até contratações até demissão até locação de estoque.

É fácil se sentir sobrecarregado quando você está de olho em um milhão de detalhes diferentes. A boa notícia é que existem formas de simplificar e facilitar a gestão de pequenas empresas.

1. Automatize sua operação

O ditado é verdadeiro – tempo é dinheiro. É especialmente verdade quando você está dirigindo um pequeno negócio e você tem um tempo limitado para lidar com todas as operações do dia-a-dia.

Você pode fazer cada minuto contar aproveitando a automação para aumentar sua eficiência. Você pode usar aplicativos e programas para gravar planilhas de tempo, rastrear seu inventário, gerenciar seu dinheiro e muito mais.

Aplicativos de produtividade podem automatizar sua lista de tarefas, facilitando o acompanhamento de tarefas urgentes e planejar seus dias ocupados. Existem toneladas de aplicativos e programas projetados com a gestão de pequenas empresas em mente, para que você possa escolher os que são certos para o seu funcionamento.

Manter o controle de todas as informações que fazem seu negócio funcionar à mão leva uma eternidade, mas a automação torna-o rápido e fácil e libera seu tempo para as tarefas que precisam de um toque humano.

Parte dessa automação custa dinheiro antecipadamente, então você precisará pesar o custo em relação ao tempo que você espera economizar. Outros tipos de automação, como a configuração do pagamento automático de contas através do seu banco, são gratuitos.

2. Acompanhe a tecnologia que seus clientes esperam

Hoje em dia, clientes e clientes esperam que todas as empresas abracem a tecnologia atual para tornar sua experiência de consumo melhor, mais rápida e mais barata. Todos nós carregamos smartphones e esperamos poder nos conectar com as empresas que amamos online e em aplicativos.

Parte da gestão de pequenas empresas é garantir que sua marca atraia seus clientes. Isso significa manter um site de alta qualidade e oferecer o mesmo nível de tecnologia que seus concorrentes, a fim de manter seus clientes felizes. Por exemplo, digamos que você está dirigindo um salão.

Considere configurar seu site para que os clientes possam marcar compromissos online – eles estão felizes com a conveniência e sua agenda de compromissos se preenche.

Uma maneira fácil de gerenciar esse aspecto é conversar com seus clientes – pergunte se você está atendendo às suas necessidades e se há mais alguma coisa que eles gostariam de ver do seu negócio.

Você também precisará acompanhar os desenvolvimentos tecnológicos dentro da sua indústria. Existem novos desenvolvimentos que vão ajudá-lo a cuidar melhor de seus clientes?

Se você está executando um estúdio de yoga, por exemplo, você pode querer oferecer aos seus clientes monitores de frequência cardíaca enquanto eles malham para que eles possam acompanhar melhor sua forma física.

3. Tarefas de delegar

A gestão de pequenas empresas não é apenas sobre você e o negócio – trata-se também de gerenciar seus funcionários de forma eficaz. Este é o seu negócio e você pode se sentir relutante em deixar outras pessoas assumirem a execução de parte dele, mas saber quando delegar pode economizar tempo e dores de cabeça.

Se você tem funcionários regulares, você pode treiná-los para fazer as coisas do seu jeito até que eles estejam prontos para assumir a responsabilidade por partes do negócio. Caso não, pode valer a pena contratar um freelancer ou trabalhador contratado para projetos que exijam tempo, trabalho ou experiência que você não tenha.

Construir um site é um ótimo exemplo – pode ser mais fácil contratar alguém experiente do que descobrir por conta própria.

4. Nunca esqueça seu orçamento

Um orçamento é uma ferramenta necessária para definir as despesas projetadas, preparando-se para esses dias chuvosos inevitáveis, e mantendo-se no caminho de sua saúde financeira.

Não importa o quão ocupado as coisas fiquem no dia-a-dia, você sempre precisará estar atento à situação financeira do seu negócio para ter certeza de que você está em uma posição segura e estável.

Lembre-se que seu orçamento é um documento dinâmico. À medida que seu negócio precisa crescer e mudar, você vai querer reavaliar seu orçamento e fazer quaisquer ajustes necessários.

Especialistas recomendam uma revisão mensal de todos os seus custos e despesas orçamentárias para se manter no caminho certo.

5. Gerencie seu inventário

Quando você está vendendo um produto, parte do seu papel gerencial será gerenciar seu inventário. Você vai querer encontrar um bom sistema para gerenciar seu inventário, rastrear o que vende e, se necessário, acompanhar seu envio.

Este é um lugar onde você pode aproveitar a automação para acompanhar seus usos e necessidades de inventário.

Você também tem que gerenciar seu inventário se estiver prestando serviços – você tem uma quantidade finita de mão-de-obra e suprimentos para trabalhar e você precisará ter certeza de que você tem o suficiente de ambos nos momentos certos para manter seus clientes satisfeitos.

6. Estabeleça metas concretas

Grande parte da gestão de pequenas empresas está focada em tarefas do dia-a-dia – certificando-se de que você tenha o inventário certo, mantendo seus clientes felizes, cuidando de suas finanças e muito mais.

No entanto, tenha cuidado para não deixar que essa moagem diária ofusque suas metas de crescimento a longo prazo.

A melhor maneira de ficar de olho no quadro geral é definir metas concretas e quantificáveis e verificar regularmente para ter certeza de que você está se movendo na direção certa.

Seus objetivos podem refletir um certo número de clientes atendidos, um certo número de produtos vendidos ou alguma outra medida de sucesso. Talvez você queira expandir para um segundo local – esse é outro objetivo que você pode rastrear.

Anote seus objetivos e revisite-os regularmente para manter seu negócio indo na direção certa.

Gestão de Pequenas Empresas

A gestão de pequenas empresas envolve usar muitos chapéus e manter o foco em muitas tarefas diferentes. Essas dicas e truques podem ajudá-lo a se concentrar nos aspectos mais importantes do seu negócio e mantê-lo no caminho do sucesso.